CAE aprova empréstimo de US$ 250 milhões para o Acre

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou, em reunião extraordinária nesta quarta-feira (4), autorização para o Acre assinar empréstimo de US$ 250 milhões com o Banco Mundial (Bird). O pedido, encaminhado pela presidente Dilma Rousseff, seguiu para o Plenário do Senado com pedido para votação em regime de urgência.

Conforme relatório do senador José Pimentel (PT-CE), favorável à operação, os recursos não serão direcionados a um projeto de investimento específico, mas ao conjunto das políticas públicas do Acre. O Bird realizará os desembolsos em até dois anos, não exigindo contrapartida financeira do estado.

Os senadores Jorge Viana (PT-AC) e Aníbal Diniz (PT-AC) atribuíram aos bons resultados da administração do Acre a qualificação para a obtenção do empréstimo do Bird e disseram que os recursos vão reforçar as políticas públicas em execução no estado.

Instituto de Previdência

Antes da votação da operação de empréstimo, a CAE rejeitou requerimento do senador Gim (PTB-DF) que previa o cancelamento da realização de audiência pública que a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) havia solicitado, na comissão, para discutir os investimentos realizados pelo Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Tocantins (Igeprev).

Segundo informou o presidente da CAE, senador Lindbergh Farias (PT-RJ), a audiência está confirmada para o dia 10, às 14h.

Kátia Abreu pretende ouvir autoridades do Ministério da Previdência Social, da Polícia Federal e da Comissão de Valores Mobiliários, bem como o secretário de Relações Institucionais do governo do Tocantins e presidente do Conselho de Administração do Igeprev, Eduardo Siqueira Campos, entre outros.

Ainda no dia 10, às 11h30, a CAE ouvirá um balanço do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, sobre os fundamentos e a execução da política monetária adotada pelo governo federal.

fonte: SENADO FEDERAL

 

Publicado em Notícias gerais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *