Conheça os principais pontos da proposta que regulamenta o direito de greve

A proposta que regulamenta o direito de greve no serviço público estabelece que 60% dos servidores nos 28 serviços considerados essenciais continuem trabalhando durante as paralisações. As centrais sindicais querem a diminuição desse percentual e a garantia da negociação coletiva e da data-base. O projeto foi tema de audiência pública no Senado. Veja a reportagem de Dante Accioly da TV Senado.

fonte: SENADO FEDERAL

Publicado em Notícias gerais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *