SindFaz/DF, Febrafisco e Auditoria Cidadã da Dívida debatem a consulta popular nacional sobre os gastos com o bem-estar social

Visando assegurar os direitos dos servidores, em especial os que atuam na carreira fazendária, o SindFaz/DF, a Febrafisco e a ONG Auditoria Cidadã da Dívida, debateram nesta quinta-feira (12/01), na sede da ONG, os meios a serem utilizados para a consulta popular nacional sobre as alterações na legislação que privilegia os gastos com o bem-estar social.

helvécio fatorreli

Em regra, a doutrina prega que os governos devem colher a opinião dos sindicatos e federações quanto às políticas públicas voltadas para o bem-estar social dos seus servidores. Helvécio Santana, presidente do SindFaz/DF, observa que o Distrito Federal por ser a capital brasileira com a maior proporção de servidores públicos não pode se abster desse debate.

“É importante o servidor saber como o governo pretende agir em relação ao seu bem-estar. Atuamos diretamente com a arrecadação tributária, ou seja, temos clareza do quantitativo do dinheiro que o governo dispõe. Cabe a ele investir uma parte em benefício do bem-estar dos seus servidores”, justifica Helvécio.

O encontro contou com a presença da coordenadora nacional da Auditoria Cidadã da Dívida, Maria Lúcia Fattorelli, considerada uma das maiores especialistas do país. A Febrafisco foi representada pelo presidente do SindFaz/DF, que integra a direção da federação como diretor financeiro-adjunto.

A ONG Auditoria Cidadã da Dívida é uma entidade aberta à participação de todas as entidades e cidadãos preocupados com o agravamento dos problemas nacionais, dentre os quais o endividamento público exerce papel preponderante.

Publicado em Notícias gerais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *